domingo, outubro 25, 2009

Planeio, dar nomes certos aos ficheiros tão desorganizados no computador. E hoje é domingo, podia ser perfeito. Mas não chove lá fora, e só os domingos em que chove lá fora são um espaço fora do tempo, uma permissão única de um dia tão fora dos dias, um encanto rectangular enquanto o mundo não sabe da minha existência.

Planeio, arrumar os livros e os cd's, desta é que é. Lembro-me, já não tenho cd's e hoje é domingo mas não chove.

Se calhar, poderia haver um ou outro cheiro que viesse sorrateiro e me fizesse sentir, diferente. Mas não vem, nem podia. Já lá vai tanto tempo que até os cheiros dos outros dias se apagaram e misturaram e tornaram em névoas e pedaços de algo que ninguém tem sequer a certeza que poderia ter existido.

E hoje até é domingo... mas não chove e não faz sentido. Nada disto.
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo