segunda-feira, maio 22, 2006

Ironias da Vida

Começo da vida profissional. "Ah e tal, e vais ganhar o teu salário, ser independente, blá blá blá". Chega o primeiro salário, pequeno demais para os pápás poderem retirar a mesada. Menos mal, num só mês recebo a mesada e um salário e meio. Nunca a minha conta havia estado tão recheada, sinto-me rica, faço planos de compras, até parece que ganhei o euromilhões.

O mês começa, o trabalho recomeça. Ocupação? 25 horas por dia, 9 dias por semana e ainda horas extra se for preciso. Por mim encantada, gosto disto. Mas as compras planeadas não se traduzem em frutos, não há tempo para se ir a um centro comercial.

Hoje é dia 22. Do que tinha planeado nada comprei. Em compensação gasto muito mais em gasolina, telémovel (sim, há-de ser pago mas ainda não foi!), almoços fora de casa. Hoje é dia 22. A minha independencia económica, no mês em que recebo mais do que o dobro habitual, resume-se a 30 euros.

Paizinho... acho que vou precisar de mais dinheiro... É que parece que estou a pagar para vir trabalhar :-x
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo