terça-feira, junho 06, 2006

Deixem jogar o Mantorras!

Porque o bom filho sempre à casa entorna, cá estou eu, entornada.

Semana e fim-de-semana especialmente atarefados, tanto tanto que perdi mesmo a loção do tempo! Mas correu bem, tão bem tão bem que posso adiantar que sim, as galinhas já tem dentes. Pelo menos as "minhas".

Depois foi o festejar, tal e qual gata borracheira. Ah, mas claro, com uma bela carta na tanga - o carro na revisão, desculpem lá pessoal, esta noite alguém tem que me dar boleia de ida e volta. Tá fêto! Mas boleia selectiva, tenham lá calma que a conversa ainda não chegou na coisinha!

Enfim, senti-me tal e qual como "Dona Flor e os seus dois bandidos", acabou foi cedo que hoje é dia de trabalho. O dia de folga foi passado na loja do cidadão, uma alegria. Enfim, lá recuperei a minha identidade oficial e mais uma série de documentos que provam que eu sou quem eu acho que sou. Acabaram-se os problemas de identidade, por agora. Com a vantagem que cresci um centímetro!! (À pala de muita conversa dar ao senhor funcionário... não foi nada fácil conquistar o meu metro e 65).

Pronto, agora que recuperei a minha identidade, aviso já para não aceitarem limitações. O blog é este, a pessoa sú eu.

Quanto a outras coisas que até poderia continuar a contar-vos, lamento: prometi que a minha boca seria um túmulo e se não fosse, se o pessoal soubesse que eu vos contava assim, eles iam-me suicidar. Pronto, está bem, estou feita um cão com o nabo no meio das pernas.

Bom bom é chegar-se ao fim do mês e receber o salário sem ser em cheque pré-deitado.

E agora só falta arranjar um príncipe encarnado para eu ser a sua mula inspiradora. Ou então não! ;)

E claro - a frase do dia - DEIXEM JOGAR O MANTORRAS!
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo