terça-feira, setembro 21, 2010

Jacques Derrida On Love and Being

Para ver o filme, tem que ser no youtube.

Mas isto levanta-me outras questões e penso que há ainda outra hipótese que o senhor não considera. Uma mais egoísta e menos bonita, mas a parte de amarmos alguém por aquilo que esse alguém nos "dá". Não materialmente, mas ainda assim, nos "dá", desde a forma como nos faz sentir à evolução que em nós provoca quando tentamos ser para esse alguém também aquilo que ele precisa...

Ou então não, sei lá.

Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo