quinta-feira, dezembro 22, 2005

Às vezes

nós tomamos uma decisão contra tudo e contra todos. Às vezes nem a tomamos bem, é-nos apresentada pelo nosso semi-consciente como inevitável e lá vamos nós. O nosso bem-consciente lá nos avisa, "olha que não, olha que não" e nós nada, não lhe ligamos népias e seguimos caminho. Contra o que der e vier. Siga pra bingo que disto não posso fugir, não quero fugir. E eis senão quando nos aparece O sinal, O único indício que talvez possamos ter razão: um piscar de olhos. Então acreditamos que estamos certos, que somos o único ser certo no mundo inteiro.


O problema é que, mesmo se for o piscar de olhos mais sexy do mundo, pode ser só um tique.
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo