segunda-feira, setembro 25, 2006

S. Mateus 2006

Mais um fim-de-semana repleto de aprendizagens, vivências, choros e alegrias, cânticos afinados entoados em plena rouquidão.

Deste ano fica:

- uma lona marca land-rover para a eternidade abandonada no meu quintal, trazida pelos dentes aguçados de um rafeiro abandonado.

- a falta de bonés gentilmente oferecidos por marroquinos ensonados

- o hélio, esse grande amigo novo que nos vai acompanhar num futuro mais ou menos longíquo, mas certos de que voltará a ter um papel importante nas nossas vidas

- os noivados que não sã0 namoros e em que uma mão dada é mais preciosa do que um belo melo ou mesmo uma noite de sexo selvagem

- os carroceis novos que até são engraçadinhos mas não tão reguilas como pareciam

- os trecos, que quando não tem um treino fixo, consistente e coerente, nos atraiçoam

- as dores musculares nas pernas das correrias por causa do frio

- as dores musculares nos abdominais que, à falta de outro motivo aparente, devem ser dos ataques de riso,


- e mais coisas que agora não me lembro

A todos os que foram o meu muito obrigado pela companhia, pela alegria, pelas noites e pelos dias, pelas vitórias e pelas derrotas (trecos outra vez!!) e essas coisas todas que vocês já sabeis.

Á minha mãe, excelência na arte de bem receber, muito agradecida por mais um ano com a casa cheia!
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo