terça-feira, maio 03, 2005

Dia complicadinho... e fim em beleza!

Imaginem ontem chegar aqui a esta zona por volta das... hum... 3? 4h da manhã? Não sei, não reparei nas horas. Bom, chegar numa segunda feira a essa hora, tanto uma como a outra, é simplesmente não ter sítio para deixar o carro. Mas não ter mesmo! Ora bem, sem sítio para pôr o carro a tentação chama-se passadeira. Nem sequer foi o caso, a Fli e eu estavamos pois determinadissimas a conseguir um bom spot para o meu ganda carrão. Voltas e voltinhas, o meu quarteirão estava posto de parte. "Olha ali!" "Ali não, é garagem" "Ah, poizé..." E mais uma voltinha ao quarteirão maravilha. "Olha ali!" "Épa, aquilo também é garagem..." Mais outra voltinha maravilha. "Olha ali um! Olha ali um!" "Boa!" e vai de parar o carro, dois quarteirões ao lado. Sou um bocado comodista e ainda refilei "épá isto é longe pa caraças" mas vá, já tinhamos lugar e nem era muito apertado.
Seguidamente... estacionamento perfeito. "Viste só, viste? Assim é que se faz um estacionamento!" E a Fli deslumbrada.. "perfeito.. só tu... nunca vou conseguir estacionar assim, não há mais ninguém no mundo que ponha o carro com essa precisão, eficiência, control..." (ok, posso talvez tar a exagerar esta parte).
Esqueci-me de dizer que antes disto tinha tentado pôr o carro num sítio onde ele até cabia, a gente é que não conseguia sair e dei uma ligeirinha, pucanininha, quase insignificante e irrelevante, inotável pancadinhazinha. Mas isso agora não interessa nada.

Seguindo, carro bem estacionado, let's go home. Go home, sleep... claro, não sem antes ouvir todas as musicas dos respectivos computadores, o que prefaz uma soma assim a dar para o grande. Bom, conversa paki, musica pali, adormecer tarde. Adormecer tarde significa acordar tarde mas, e dai? A malta so tinha aulas às 3h30 mesmo, o carro tava bem parado, portanto...

Acordar, levantar, banhar, vestir, arranjar, pôr cuecas amarelas (ler 2 posts abaixo), almoçar e essa treta toda... no fim, bem lá no finzinho, ir buscar o carro. Ele tava bem parado e tudo...

"Onde é que tava mesmo o carro?" "Nesta rua". "Tens a certeza?" "Tenho" "Não o tou a ver" "Fli... o meu carro?" "Será que o deixamos na outra rua?" "Não, foi nesta de certeza!" "Ah, então tá lá mais ao fundo, a gente andou mais" Viagem até ao fim da rua, ida e volta, o carro nada. "O meu carro Fli?" (Eu a começar a entrar em pânico". Eis senão quando, lá está ele. Não o carro mas um lugar grande em frente a uma oficina. "Fli.. a gente parou o carro ali?" "Achas?" Ok, got it, carro parado em frente à oficina, mandaram-no rebocar. Tirar teimas, bora perguntar. Bora.

- Bom dia...
- boa tarde!!
- Boa tarde. Por acaso não tava aí um carro estacionado quando abriram de manhã... tava?
- Tava. esperamos ate as 11h mas como ninguém apareceu tivemos que o mandar rebocar porque já tinhamos ai uma fila enorme de carros à espera...
- ah.. desculpa la, não reparamos que era uma oficina, desculpe lá se o carro lhe causou algum transtorno...
- nos ainda esperamos ate as 11h... devem-no ter rebocado pa belem... nos esperamos mas ja tinhamos fila...

Bom, mais umas quantas peripécias praki e prali, ir ate a esquadra, o carro tava mesmo em belem, pedir socorro a uns amigos pa me levarem ate la, ir resgatar o carro... parte interessante agora, uma senhora... hum... err... Fli, das-me uma ajuda nesta parte? A descrever a personagem?

Bem, só quero acabar por dizer que a multa foi de 120 euros por não termos reparado que aquilo era uma oficina (onde por sinal eu ja levei o meu carro 3 ou 4 vezes) e que o senhor da oficina nos mentiu, o carro foi rebocado as 9h00. A questão agora é saber porquê, ele é mecânico, será mentira crónica? Toda a gente sabe que os mecânicos são ou conhecidos ou aldrabões. Enfim... à tarde, jolas. Tem que ser, já diz o ditado: "Carro rebocado de manha, jolas à tarde".
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo