domingo, maio 08, 2005

vinte mil

léguas submarinas. E quando faltar o ar é porque se precisa de uma palavra, de um gesto, de um sorriso, de um olhar. Venham mais vinte mil, ganha-se novo fôlego com "pouca" coisa.
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo