sábado, maio 14, 2005

Futebol...


É incrível como o país para em dia de grande jogos de futebol. Tivemos o exemplo do Euro, mas aí até percebo que seja toda uma nação a torcer pela sua selecção, agora em dia de derby, e ainda por cima Lisboeta... Particularmente desde ontem que não se fala de outra coisa. Ora nos cafés, em conversas de rua, na faculdade. Em todo o lado o assunto é o jogo que se realiza esta noite (19h45m) entre Benfica e Sporting e que pode ditar o vencedor da campeonato. As previsões são imensas (começo a achar que existem 10 milhões de treinadores de bancada), quem vai jogar, o resultado e até mesmo as "desculpas" para a derrota de uma das equipas. Quem não gosta de futebol, já deve estar "pelos cabelos". De facto não é o meu caso, e apesar de estar a 2 horas do jogo estou num estado de nervos e ansiedade como se quase a minha vida dependesse do resultado. Na verdade, a minha vida é um exagero, mas quanto ao meu namoro há grandes probabilidades. Sou Benfiquista ferrenha e o meu namorado doente pelo Sporting, e certamente amanhã ou não nos falamos ou então ou um de nós vai voltar negro para casa. O futebol, como qualquer desporto, começou como meio de diversão, para as pessoas descontraírem, se divertirem... Nestes dias, por muito fairplay que se tenha, é uma verdadeira batalha campal, no estádio ou fora dele. O futebol atingiu uma importância tal (não só em Portugal) que leva pessoas a ficarem cegas de alegria ou raiva, e as consequências por vezes são alarmantes. Contudo, há toda uma magia... Mesmo quando a nossa equipa está em pior forma, faz faltas desnecessárias, nos dá os maiores desgostos, são eles... a nossa cor... a nossa camisola... o nosso CLUBE!! Todo o frenesim antes de um jogo, o aperto no estômago durante, os golos sofridos... Mas quando marcam...! Ah... não há como explicar a sensação, só sentindo! Da mesma forma que não se explica o ambiente de um estádio, só lá estando... Todas as emoções são de extremos numa relação com a equipa de amor/ódio, mas como tudo na vida é algo que nos mostra como é bom estar vivo e senti-lo! Estou em pulgas para logo à noite e sei que seja qual for o resultado vai acabar em choro, mas só o saber que há uma leve probabilidade do Benfica ganhar o jogo e talvez mesmo o campeonato deixa-me a sentir bem...
Enviar um comentário
Ocorreu um erro neste dispositivo